segunda-feira, 7 de novembro de 2011

diafragma, fôlego e palavra

uma barra de ferro, cujo peso, você não acredita
sendo empurrada, coloca exatamente sobre minha ferida
grafada de palavras, logo, conhecidas a tornar
de um peso silábico, hei sra. língua de me privar

2 comentários:

J Araújo disse...

Você com certeza mistura bem as palavras. Parabéns!

Abraço

Arianne Carla disse...

Hahaha, Adorei sua análise, realmente um fôlego e palavra.